DEVEMOS ACREDITAR NAS PROFECIAS?


Existem profecias bíblicas sobre as quais não recaem quaisquer dúvidas e o que se chama de “profecia” nos arraiais cristãos e sobre estas devemos ficar espertos. Você está dizendo que são mentirosas as profecias entregues por servos de Deus nas igrejas? Eu não. Só estou repetindo o que diz a Bíblia, leia você mesmo: Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. (1 João 4:1). Viu só?

O problema da “revelação” que se ouve muito nas igrejas está em nós mesmos, porque somos enganados pelo nosso próprio coração e recebemos de “peito aberto” qualquer “palavra profética” que recebemos, sem usar a peneira bíblica para filtrar o que é falso e o que vem de Deus e deixamos de provar se os espíritos são de Deus, ou não.

Milhares de relatos, e nossa própria experiência, desaconselha a credulidade em todos os setores de nossas vidas, inclusive, ou talvez principalmente, no que se refere à vida espiritual. A primeira coisa que temos que ter em mente para nos protegermos dos supostos recados de Deus, é que Deus não manda recado por ninguém sem antes revelar a você mesmo.

É assim. Eventualmente Deus pode usar um servo Dele para particularizar uma orientação para sua vida, mas isso é uma exceção, não é a regra. A regrinha básica é a seguinte: Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. (Amós 3:7). O detalhe é que no Velho Testamento o Espírito Santo vinha sobre o homem de Deus, revelava alguma coisa, mas não ficava.

Hoje o Espírito de Deus é uma herança deixada por Jesus e Ele HABITA em nossos corações, portanto todos nós nos tornamos profetas, independentemente do dom específico da profecia. Vou explicar melhor. Não precisamos mais de profecias que digam o que a própria Bíblia já ensina e nem ficamos na dependência de um único homem de Deus para nos orientar nas batalhas da vida, Ele mesmo nos revela o caminho por onde devemos andar. Isso não significa que não existe mais o ministério da profecia, existe, sim, porém, de forma bem diferente do que acontecia no passado.

Outra coisa, Deus não envergonha ninguém. Esse papo de gente que levanta na igreja para “revelar” o pecado dos outros, definitivamente não vem de Deus. Durante todo o Seu Ministério na terra Jesus jamais revelou o pecado de ninguém. Ele veio para salvar e não para “dedurar”, acusar, ou condenar ninguém. Mesmo com os fariseus, Jesus condenou a hipocrisia religiosa, mas não revelou o pecado particular de qualquer um deles e poderia tê-lo feito, porque Ele é Deus e sabe de tudo.

Mais uma coisinha. Não acredite em gente que se diz “profeta”, mas está apenas tentando tirar vantagem pessoal. Se você prestar atenção, esse negócio de ser “profeta” virou umstatus dentro da igreja e muita gente boa vive procurando os supostos profetas, ou profetisas, porque espera ouvir coisas bombásticas sobre o futuro, ou sobre a vida dos outros, ou não faz nenhum negócio sem orar com irmão fulano, porque ele fala direto com Deus e profetiza se o tal negócio vai dar certo, ou não.

Gente! Tem cada coisa! Isso é preguiça espiritual. Ao invés da pessoa pagar o preço, colocar o joelho no chão e buscar do Espírito Santo a orientação segura para sua vida, prefere a oração da irmãzinha do circulo de oração, porque é mais fácil. Comodismo também leva ao pecado.

O fato é que Deus habita em nossos corações através do Seu Espírito e o que Ele tem para você e para mim será revelado pessoalmente para cada um de nós. Deus não precisa revelar Sua vontade através de profetas profissionais, porque estamos na dispensação da graça e todos nós somos profetas sobre nossas próprias vidas e todos os dias profetizamos para nós mesmos,  coisas boas, ou ruins, mas esta é outra história.

Compartilhe isso:

CONVERSA

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentario